Assembleia realiza sessão solene para lançamento da Frente Parlamentar de Engenharia

por Comunicação/ALE publicado 05/05/2017 11h59, última modificação 05/05/2017 11h59

Por iniciativa do deputado Inácio Loiola (PSB), a Assembleia Legislativa realizou nesta sexta-feira, 5, uma sessão solene para o lançamento da Frente Parlamentar de Engenharia. A criação desta frente, aprovada por unanimidade pelos deputados, é uma antiga reivindicação dos profissionais do sistema que envolve o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Confea/Crea). A solenidade de instalação do grupo de trabalho aconteceu no plenário do prédio do Poder Legislativo.

De acordo com o autor da proposição o Poder Legislativo está dando um passo importante em direção a promoção do crescimento de Alagoas e da melhor utilidade e direcionamento dos recursos públicos voltados a edificação de obras estruturantes. “A Frente Parlamentar de Engenharia Alagoana nasce em um momento conjuntural bastante desafiador pelo qual passa o Brasil com alta recessão, elevado índice de desemprego e paralisação de obras. Neste sentido nada mais justo do que essa união entra o parlamento estadual e estes profissionais que podem contribuir para a elaboração e a execução de projetos que proporcionem benefícios e segurança à sociedade”, afirmou Inácio Loiola.

O deputado federal, Ronaldo Lessa que é engenheiro civil e membro da Frente Nacional de Engenharia e Infraestrutura falou da importância de se criar frentes estaduais como a que acontece hoje em Alagoas. “A ideia é colocar a ótica da engenharia a disposição do País. Os engenheiros têm a missão de transformar os bens naturais em bens de consumo para a qualidade de vida do ser humano e, neste sentido, é fundamental que possamos participar mais diretamente para que os engenheiros possam dar subsídios aos parlamentos, mostrando outro ângulo da vida. A técnica da engenharia é necessária para contribuir com o desenvolvimento do Brasil”, afirmou.

O presidente do CREA Alagoas, Fernando Dacal, destacou a contribuição que os engenheiros podem oferecer diante do momento pelo qual passa o Brasil. “Para saímos deste momento, a engenharia é fundamental, já que responde rapidamente com muitos empregos. O engenheiro é quem pensa e quem constrói o País e no momento atual precisamos voltar a ser o Brasil da construção para que possamos produzir e sair o mais rápido possível deste momento”, disse Dacal, informando ainda que a instalação da Frente Parlamentar da Engenharia Alagoana vai possibilitar uma maior aproximação do CREA com o Poder Legislativo do Estado.

O presidente da Federação Nacional dos Engenheiros, Murilo Pinheiro, disse que a Frente Parlamentar da Engenharia será um novo espaço para debates. “As frentes parlamentares estaduais de engenharia trazem para nós a possibilidade de termos um palco de discussão para o desenvolvimento do País”, afirmou.

O deputado Leo Loureiro (PPL) destacou o papel fiscalizador que poderá ser exercido pela Frente Parlamentar, principalmente em obras que dêem as pessoas idosas e com deficiência uma vida plena e mais saudável. “Não se pode mais gastar de forma errada. A população precisa de respostas nas obras bem feitas e mais baratas e essas frentes estaduais nascem para que possamos melhorar a desburocratização e diminuir o custo da construção civil. Tudo é feito pela engenharia, principalmente na questão da acessibilidade, daí a importância do profissional de engenharia para uma obra bem projetada”, disse.

Ao final da sessão, Fernando Dacal informou que no próximo ano, Maceió será sede de Semana Nacional de Engenharia e Agronomia. A solenidade contou ainda com as presenças do deputado Bruno Toledo (Pros), engenheiros, agrônomos, além de representantes do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado Alagoas e do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.