Estudantes da UFAL conhecem funcionamento do Legislativo

por Comunicação/ALE publicado 11/04/2018 18h30, última modificação 12/04/2018 11h43

Um grupo com cerca de 30 estudantes dos cursos de Ciências Sociais – bacharelado e licenciatura – e de Comunicação Social, habilitação Relações Públicas, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), esteve visitando as dependências do Poder Legislativo, nesta quarta-feira, 11. Os estudantes vieram ao Parlamento acompanhados da professora da Ufal, a cientista política Luciana Santana. Os universitários, que foram recebidos pelo deputado Rodrigo Cunha (PSDB), passaram o dia conhecendo o funcionamento da Casa e se inteirando sobre o processo legislativo e as atribuições dos parlamentares.

De acordo com Rodrigo Cunha, a visita dos estudantes faz parte do projeto “Deputado por um dia”, que é de sua iniciativa. “Uma das minhas principais atividades no Parlamento alagoano é justamente aproximar as pessoas da política. Saber que de fato a Assembleia Legislativa deve ser acessível, abrir suas portas para que as pessoas conheçam o que um parlamentar faz”, justificou Cunha, destacando a importância das visitas para a sociedade.

O parlamentar informou que para conhecer o funcionamento da Casa de Tavares Bastos e o trabalho do deputado, basta formar um grupo de pelo menos 10 pessoas e procurar seu gabinete para agendar uma visita. As visitações ocorrem sempre as quartas-feiras.

A professora Luciana Santana contou que no curso de Ciências Sociais são trabalhadas várias disciplinas teóricas, onde se discute o papel das instituições, o comportamento político e o funcionamento de várias instancias onde a atividade política é predominante. “E é importante que os estudantes possam ter uma experiência prática do que efetivamente é uma atividade política, nesse caso a Legislativa”, observou Santana, acrescentando que essa também é uma forma de aproximação a universidade das instituições políticas.

De acordo com a estudante de Relações Públicas, Bruna Freire, a experiência foi bastante positiva, uma vez que pode conhecer a rotina de um parlamentar e as dependências do Poder. “Eu não tinha ideia nenhuma do que era a Assembleia Legislativa. Não sabia nem que ela tinha o poder de fiscalizar outros órgãos. Comecei a conhecer hoje e achei a experiência muito interessante”, contou a universitária.

Outro que também nunca tinha frequentado o Legislativo foi o estudante Henison Araújo, aluno do curso de Ciências Sociais. Ele disse que a experiência foi bastante proveitosa e interessante. “Aqui é conhecido como a Casa do Povo, mas geralmente as pessoas não têm contato com ela. Achei interessante porque pudemos vivenciar na prática, como é feita a política”, disse Araújo, observando que muitas vezes não entendia porque não havia votação nas sessões. “Como no caso de hoje, que não houve votação por causa de um veto (que está trancando a pauta da Casa)”, completou o estudante.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.