Jacaré dos Homens

por Comunicação/ALE publicado 22/04/2015 17h30, última modificação 22/04/2015 17h30

O atual município de Jacaré dos Homens teve seu povoamento iniciado por volta de 1900 quando a fazenda São Francisco, de propriedade de Domingos de Freitas Mourão, começou a se desenvolver. Muitas casas foram construídas no local.


Naquela época foi encontrado um jacaré no riacho que passava próximo ao lugarejo. Por ser um animal raro na região, o local ficou conhecido por Jacaré. O topônimo "dos Homens", foi acrescentado em virtude de comerciantes de Penedo, conhecidos como Peixotos, que negociavam muito na região, afirmarem constantemente que Jacaré era terra de comerciantes honestos, sinceros e leais. Queriam resumir no vocábulo "dos Homens", as qualidades encontradas nas pessoas com quem comercializavam. 

O desenvolvimento de Jacaré dos Homens foi muito rápido. Em 17 de setembro de 1949, foi elevado à condição de vila por força da Lei 1.473. Alcançou autonomia administrativa através da Lei 2.073, de novembro de 1957, sendo instalado oficialmente em 1° de janeiro de 1959, desmembrado de Pão de Açúcar. A pecuária representa a principal fonte de divisas para o município, que está integrado na chamada Bacia Leiteira. 

Um dos principais atrativos de Jacaré dos Homens está no símbolo maior da cidade, o jacaré. Na praça central da cidade há um fosso com três pequenos espécimes, originais da própria região, e motivo de curiosidade principalmente para crianças. A alegria de seu povo, porém, está presente nas festividades: a festa do padroeiro, Santo Antonio e a da Emancipação Política. 
 

Dados do Município
Situação Geográfica: Microrregião de Batalha, limites com Monteirópolis, Palestina, Pão de Açúcar, Olho d'Água das Flores, Belo Monte, Batalha e Major Isidoro. 135 metros acima do nível do mar.

Área: 149,501 km²

Clima: Temperado. Máxima de 38° C e mínima de 18° C

População estimada 2014: 5.469 habitantes

Eleitorado: 4.305 eleitores

Prefeito: José Ernesto Silva Júnior (PP) (2013-2016).