Jacuípe

por Comunicação/ALE publicado 22/04/2015 17h32, última modificação 22/04/2015 17h32

São antigos os movimentos do homem no desbravamento da região Norte de Alagoas. Segundo os historiadores, colonizadores vindos de Porto Calvo no século XVII forma os primeiros a chegar à região, onde está Jacuípe, antigo Jacutinga. Ainda de acordo com os historiadores, os donos das terras eram os índios, que mantiveram boas relações com os brancos, formando um pequeno lugarejo que foi crescendo aos poucos até tornar-se uma comunidade.

A primeira capela construída na povoação ainda existe, próxima ao cemitério. Em 1946, foi construída a igreja matriz de São Caetano, padroeiro do município.

Os primeiros moradores foram Horácio Pedrona, Miguel Morato da Silva e Graciliano Pedrosa. Jacuípe, cujo topônimo foi dado em razão do rio Jacuípe, cortar seu território, sempre teve o movimento ligado à Palmares, em Pernambuco, pela facilidade de acesso. A comunidade que crescia começou a cobrar melhores serviços e mais atenção de Porto Calvo, a quem pertencia. Sem assistência, os moradores iniciaram um movimento pela emancipação.

Destacaram-se Mário Acioly Wanderley, Alcides Moreira da Silva e Manoel Bezerra Cavalcante. Jacuípe foi elevado à categoria de município autônomo em 1958.O principal evento festivo da cidade é a Festa de Reis, realizada no dia 06 de janeiro, quando o município recebe o número de visitantes das cidades vizinhas, inclusive de Pernambuco, que reafirmam seus votos de paz, alegria e prosperidade a cada novo ano que se inicia.

Dados do Município

Situação Geográfica: Microrregião da Mata Alagoana, limites com Jundiá, Porto Calvo, Maragogi e Pernambuco. 200 metros acima do nível do mar.

Área: 210,382 km²

Clima: Tropical quente e úmido. Máxima de 32° C e mínima de 25° C

População estimada 2014: 7.177 habitantes

Eleitorado: 4.727 eleitores

Prefeita: Manoel Marques Júnior (PSD) (2013-2016).