Santa Luzia do Norte

por Comunicação/ALE publicado 27/04/2015 12h55, última modificação 27/04/2015 12h55

Foi uma das mais antigas povoações do Estado de Alagoas, pois já em 1663, tinha-se notícias de sua existência com a invasão dos batavos, durante a guerra holandesa, que por ali se dirigiram, depois de atacar a cidade de Alagoas, atual Marechal Deodoro. 
Somente em 1962, alcançou sua autonomia administrativa, se bem que 1830, chegou a ser sede do atual Município de Rio Largo. 
O topônimo da povoação, teria vindo de um milagre atribuído à Santa Luzia quando um cego recobrou a visão por seu intermédio. O primeiro nome foi Santa Luzia de Siracusa, passando tempo depois para S. Luzia do Norte, até hoje conservado. De acordo com outra versão, a localidade teria sido batizada também com o nome de Outeiro de São Bento, devido a existência de um convento de São Bento nas proximidades. 
Antônio Martins Ribeiro foi um dos seus primeiros moradores. Recebeu ele, de Miguel Gonçalves Vieira, uma légua de terras com a condição de Ali "levantar engenho de açúcar e fazer vida". A chegada de inúmeros novos moradores e a construção de suas casas, deram um impulso extraordinário ao povoado que encontrou desenvolvimento rápido. Em pouco tempo S. Luzia do Norte transformou-se no mais importante povoado às margens do Norte e do Rio Mandaú.
 

Dados do Município
Situação Geográfica: Microrregião de Maceió, limites com Satuba, Marechal Deodoro, Coqueiro Seco, Maceió e Lagoa Mundaú. 8 metros acima do nível do mar
Área: 29,604 km²
Clima: Temperado. Máxima de 32° C e mínima de 18° C
População estimada 2014: 7.292 habitantes
Eleitorado: 4.988 eleitores
Prefeito: João Pereira da Silva (PT) (2013-2016)