Antonio Albuquerque defende funcionamento de igrejas e templos durante a quarentena

por Comunicação/ALE publicado 27/05/2020 13h24, última modificação 27/05/2020 13h24

Em pronunciamento durante a sessão remota desta quarta-feira, 27, o deputado Antonio Albuquerque (PTB) defendeu a reabertura e o funcionamento de igrejas e templos religiosos durante o período de quarentena em Alagoas. Albuquerque contou que tem recebido queixas de várias lideranças religiosas sobre os efeitos do decreto de calamidade pública que suspende a atividade religiosa como medida de enfrentamento e combate ao coronavírus. De acordo com o decreto, só está permitido o funcionamento de serviços considerados essenciais.

"Eu fiquei muito preocupado, porque me chegou a reclamação de que alguns pastores de igrejas evangélicas chegaram a ser conduzidos pela polícia a delegacias para prestarem satisfação e explicação por estarem suas igrejas com a presença de pessoas", contou Albuquerque. "Não se pode atribuir crime, com base em decreto, a cidadãos (pastores e padres) que reconhecidamente nenhum mal produzem à sociedade", afirmou o deputado.

O deputado Cabo Bebeto (PSL) reforçou o pronunciamento do colega dizendo que, independente de religião, é importante que as pessoas possam se reunir nos templos e igrejas.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.