Cabo Bebeto denuncia falta de tomógrafos na rede pública de Saúde

por Comunicação/ALE publicado 06/04/2021 12h05, última modificação 06/04/2021 13h51

O deputado Cabo Bebeto (PTC) denunciou nesta terça-feira, 6, no plenário da Assembleia Legislativa, a carência de tomógrafos nos hospitais públicos do Estado. De acordo com o parlamentar, os equipamentos existentes no Hospital Metropolitano e no Hospital Geral estão quebrados. Cabo Bebeto disse ainda ter recebido relatos de que um paciente está há dias sem conseguir fazer uma tomografia no Hospital da Mulher.

“Tomógrafo é uma reclamação diária. O aparelho do Hospital Metropolitano está quebrado desde a sua inauguração. No HGE, temos idosos no corredor, aguardando esse exame. Quem consegue fazer pelo Estado, tem que ir ao Hospital Veredas”, destacou.

Sobre o novo decreto governamental que autoriza restaurantes e bares a abrir para consumo nos dias de semana, até às 16h, divulgado ontem pelo Governo do Estado, o parlamentar fez críticas a proibição de funcionamento do setor nos finais de semana. “Reconheço que foi um avanço, que vai minimizar, mas o decreto poderia ser mais justo, abrindo aos sábados e aos domingos, já que a quantidade de pessoas está limitada a 50%. Isso não tem justificativa”, disse.

O deputado disse ainda que, apesar do hospital de campanha ter sido remontado, ele continua sendo subutilizado. “São 142 leitos, chegou a ter 40 ocupados e ontem tinham apenas 20 sendo utilizados. Enquanto isso, continuamos recebendo denúncias do HGE superlotado. Eu não sei a quem interessa utilizar tão poucos leitos daquele hospital de campanha”, indagou Bebeto.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.