Davi Maia denuncia crime ambiental cometido pela Casal

por Comunicação/ALE publicado 15/09/2020 10h40, última modificação 15/09/2020 12h08

Na sessão plenária desta terça-feira, 15, o deputado Davi Maia (DEM) alertou as autoridades competentes para a possível prática de crime ambiental cometida pela Casal (Companhia de Abastecimento e Saneamento de Alagoas). De acordo com o parlamentar, a empresa estaria despejando esgoto sem tratamento no rio Camuxinga, na cidade de Santana do Ipanema. Em sessões anteriores, Maia já havia feito denúncias contra a Casal por prática semelhante no município.

“É um absurdo o que acontece naquela cidade sertaneja, onde, na estação de bombeamento, a Casal simplesmente coloca uma bomba-sapo e joga todo o esgoto da cidade no rio Camuxinga, sem nenhum tratamento”, denunciou Davi Maia, destacando que o Camuxinga deságua no rio Ipanema, um dos afluentes do rio São Francisco. “Mais uma infração ambiental dessa empresa, que comete uma série de crimes. Queremos que o Instituto do Meio Ambiente, o Ministério Público Estadual e a Polícia Civil investiguem e apontem quem são os responsáveis”, apelou o deputado, ressaltando que o crime ambiental é inafiançável. 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.