Inácio Loiola lamenta o falecimento de Gildo Rodrigues, ex-prefeito de Poço das Trincheiras

por Comunicação/ALE publicado 25/08/2020 15h00, última modificação 25/08/2020 15h14

Em discurso durante a plenária desta terça-feira, 25, o deputado Inácio Loiola (PDT) rendeu homenagens ao ex-prefeito de Poço das Trincheiras, Gildo Rodrigues, 76 anos, que faleceu no último sábado, 22, vítima de câncer. “Gildo Rodrigues foi prefeito por sete mandatos. Acredito que ninguém conseguiu, em Alagoas, ser prefeito sete vezes de sua cidade. Ele sempre teve uma paixão exacerbada por seu município”, disse Loiola, lembrando fatos vividos em companhia de Rodrigues.

Inácio Loiola fez um breve relato sobre a história de vida e política de Gildo Rodrigues e lamentou profundamente sua morte. “Eu não perdi apenas um amigo, um aliado político; perdi um irmão, um confidente e, evidentemente, Alagoas está de luto pelo fato de ter perdido um homem de uma postura ilibada”, declarou Loiola.

Em aparte, a deputada Jó Pereira (MDB) e os deputados Davi Maia (DEM), Marcelo Beltrão (MDB) e Gilvan Barros Filhos (PSD) se solidarizaram ao pronunciamento de Inácio Loiola e expressaram votos de pesar à família enlutada. Todos foram unânimes em exaltar as qualidades políticas de Gildo Rodrigues e sua devoção a Poço das Trincheiras.

Após o discurso de Inácio Loiola, o presidente da Casa, deputado Marcelo Victor, também lamentou a perda do ex-prefeito Gildo Rodrigues e informou que irá transformar o pronunciamento em uma moção de pesar institucional, a ser encaminhada à prefeitura de Poço das Trincheira, em nome do Poder Legislativo.

Estradas
Outro tema abordado por Inácio Loiola foram as péssimas condições das rodovias alagoanas, especialmente no Sertão do Estado. De acordo com o parlamentar, as constantes chuvas na região vêm danificado o asfalto, deixando as estradas intransitáveis. “A média de chuvas no nosso semiárido é em torno de 400ml; este ano já alcançamos a marca de 800ml. Por conta desse excesso, as nossas estradas estão com problemas de trafegabilidade”, informou, acrescentando que nenhuma região se desenvolve sem o "tripé": água, estrada e energia. “As estradas são fundamentais para o desenvolvimento daquela região, principalmente a AL 101, que é a espinha dorsal do Estado de Alagoas”, observou o parlamentar, apelando ao Executivo estadual que envide esforços no sentido de restaurar a rodovia.

Em aparte, o deputado Davi Maia questionou a informação divulgada pelo Governo do Estado, dando conta que apenas 4% das rodovias alagoanas estão em más condições. “Então eu só ando nesses quatro por cento que não têm recapeamento. Faz dois anos que solicitamos, através de indicações, os reparos na estrada que liga Viçosa a Quebrangulo”, afirmou Maia, acrescentando que a estrada ligando Arapiraca a Delmiro Gouveia está intransitável, forçando os condutores a desviar por Palmeira dos Índios.

Marcelo Beltrão lembrou que no último dia 10 de julho, o governador Renan Filho anunciou a recuperação da estrada que liga Penedo a São Sebastião, cujo trecho receberá o nome do ex-deputado Hélio Lopes, por sugestão de Loiola. “A sociedade pede que sejam envidados esforços no sentido de dar celeridade às obras”, disse o parlamentar.

“As rodovias do agreste alagoano também estão em péssimas condições", afirmou, em aparte, o deputado Gilvan Barros Filho. "Os trechos entre Arapiraca, Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa e Campo Grande, infelizmente não estão com boa trafegabilidade”, disse, acrescentando que ainda existe o agravante das estradas serem mal projetadas, deixando pouco espaço no acostamento, tornando, assim o trânsito perigoso, especialmente para os condutores de motocicletas.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.